13 de outubro de 2012

A Última Música - Resenha

Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida. Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão – A ULTIMA MÚSICA demonstra, como só Nicholas Sparks consegue, as várias maneiras que o amor é capaz de partir e curar seu coração.

Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 400
Ano: 2010
Onde Comprar? Saraiva


A Última Música. Este é o primeiro livro que leio do Nicholas Sparks, então, não sabia como seria a narrativa do autor, se seria cansativa ou empolgante - o que aconteceu não foi nenhum dos dois, entre eles está uma fina linha chamada tranquilidade, uma leitura leve, onde você começa a ler sem se preocupar com o tempo.
Sim, a leitura é leve, mas não os personagens. São personagens de forte personalidade e destabilizados. Vejamos:

Ronnie é uma garota rebelde e mimada, que se deve achar o centro das atenções e que é a única pessoa na terra a ter problemas. Filha de pais divorciados, nunca perdoou o pai por ter abandonado/trocado a família pela a música. E seu nível de estresse aumenta, quando a mãe anuncia que ela terá que passar as férias de verão na casa do pai junto com o irmão.
Você pode está pensando o quanto a Ronnie é chata, mas na verdade toda esse rebeldia que vai desde seus atos às mechas roxas no cabelo, veio da profunda magoa com seu pai. E no fundo, eu dou a razão a ela, que tipo de pai, coloca o trabalho acima da família?
Steve Miller é um ex-pianista e sua filha tem o mesmo talento para música quanto ele. Todavia, Ronnie nega a tocar piano, por essa ser a profissão que o fez abandonar a família.
Está nos princípios, todos merecem perdão. E ao lado de Will, a grande paixão de Ronnie, ela irá se amadurecer e quem sabe notar que todos são dignos de perdão.

A narração em terceira pessoa ajuda conhecer mais profundamente cada personagem, tornando a leitura interessante. Além de que cada capítulo traz um nome de um personagem. Enquanto a diagramação, foi simplesmente perfeita com uma fonte ideal.
Não sei se isso acontece em todos os livros do Sparks, mas o livro é um grande questionador de valores, como amizade, amor e perdão. Outro ponto alto é que o autor não deixou que o romance atrapalhasse o drama central do livro, que é o conflito entre pai e filha. E todos os personagens são exatamente iguais a nós, com defeitos.

Talvez a única parte negativa seja a escassez de diálogos, porém não é um enorme problema.  Para quem ainda não leu Sparks, comece a ler e quem já leu, não pare de ler.

 Avaliação:✭ ✭ ✭ ✭

26 comentários:

  1. Sou fã do Nick, e acredito que a falta de dialogo se dá a personalidade da nossa protagonista, rsrss.
    Não consegui ver total culpa no pai de Ronnie, não consigo culpar um pai, mas também não acho que ela seja culpada.
    Amei o livro, me emocionei bastante, e tenho certeza de que você lerá muitos outros livros do Nick.

    Rafa
    Blog Melody
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amooo demais Nicholas Sparks. Adoroo todos os livros que ele escreve. Ainda não li esse, mas quero muito.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  3. Oie!

    Ainda não li um livro do Nicholas Sparks, mas esse é o livro dele que está há anos na minha lista e até agora eu ainda não o risquei de lá, hahahaha. Vou pedir emprestado qualquer dia desses pra ler e dizer minhas opiniões sobre ele - o máximo que cheguei perto de um livro do Nicholas foi quando estava na livraria e dei umas folheadas num dos livros dele, acho até que foi esse, e a linguagem me parecia bem fácil, típica daqueles romances água com açúcar, rs.

    Bjins

    www.dicasoutravessuras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, o primeiro livro que eu li no Nicholas foi "A escolha" e apesar de muitas pessoas não o terem comparado com os outros livros dele, eu gostei bastante, pretendo com certeza ler outros livros dele, principalmente "A última música", pois super me indicaram como sendo um dos melhores livros do Sparks, parabéns pela resenha!

    beijos

    Jéssica - Strawberry de livros e filmes

    ResponderExcluir
  5. Eu já li dois livros do Sparks e gostei muito do trabalho dele, este aqui eu ainda não li, mas com o filme chorei muito, com certeza o livro é melhor ainda.
    Ótima resenha.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oie!!
    Acabei de ler um livro dele, A escolha, meu problema com esse autor são os clichés, acabam comigo. Mas leio pq a avó do meu marido é fã dele e sempre me pede pra resenhar os livros que ela me dá de presente. Aí fico meio assim de negar rsrsrsrsr
    bjoss

    ResponderExcluir
  7. Oooi Lucas, como anda?
    Faz tempo que eu não passo por aqui... Mas não me esqueci de você e nem do seu blog, hehehe
    tem um Meme lá no Caixa pra você responder se quiser!
    Beijos ;*

    Carol,
    http://caixa-a-a.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Por incrível que pareça nunca li nada desse autor,tenho vontade é claro,ainda mais depois de acompanhar sua resenha.
    Abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro os livros do Nicholas, mesmo. Uma pena que eu ainda não tenha lido A Última Música. Adoro personagens com essas características fortes, são meus favoritos. :)
    Espero que você continue lendo vários livros dele. ;D

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  10. Eu só li Umor para Recordar do Sparks e fiquei meio decepcionada porque achei o filme bem melhor que o livro, mas tudo mundo fala que os livros dele são tão bons que quero ler outros. Esse eu até que gostei do filme, fiquei com vontade de ler :)
    Beijos
    Raiana - Território Pop

    ResponderExcluir
  11. Eu torcia a cara para os livros do Sparks mas agora sou fã. Seus personagens são carismáticos, suas histórias - apesar de semelhantes em alguns casos - bem construídas, e ele sabe guiar seu leitor gentilmente pela narrativa, o que é ótimo ;)

    Bela resenha, tomara mesmo que continue lendo Sparks ;)

    http://www.pontolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Eu fujo e corro e fujo e corro e fujo e corro, mas o Sparks me persegue. Vou acabar lendo algo dele, nem que seja só pra resenhar. Quem sabe não me apaixono também, né? Amei seu cabeçalho, btw.

    @enriquecoimbra da Terra do Nunca.
    www.discipulosdepeterpan.com.br

    ResponderExcluir
  13. Não consegui assisti nem meia hora do filme, então acho que não curtiria muito o livro ahah

    ResponderExcluir
  14. Eu vi o filme e achei legal, apesar de sempre ter o toque do Nicholas (sempre acaba matando alguém)
    O livro ainda não li

    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  15. Não sou muito fã de Nicholas Sparks. Li "A Última Música" e gostei do meio para o final. Achei a história chaaaaaaata inicialmente. Aquele irmão da Ronnie era um porre, a narração era muito chantinha também. Nossa... As únicas coisas de que gostei foi o sentimentalismo, o arrependimento de Ronnie e a busca de Steve por ouvir a voz de Deus. É uma história bonita, ao final, mas contada de modo muito chato.

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  16. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  17. Nunca li nada desse autor e nem tenho curiosidade, acredita?
    Talvez o dia que minha fila gigante diminuir eu leia alguma coisa...
    Acho que a fama de historias bonitas, melosas, mas com final tragico acabou me afastando rsrsrs

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  18. Eu gosto da narrativa do Nicholas, acho que você soube descrever ela bem quando disse que é tranquila.
    Eu ainda não li esse livro dele, comprei junto com alguns outros mas ainda não li, não consigo ler vários livros dele seguido, tenho que dar um tempo, se começo a ler um apos pouco tempo de ler outro começo a me irritar ><
    Acho que tenho um caso de amor e ódio com o Nicholas HAHA

    Beijos,
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  19. Nunca li nenhum livro do Nicholas Sparks, mas tenho vontade de dar uma chance ao autor. Pretendo começar lendo A Escolha e, se gostar, quem sabe eu leia A Última Música também? :)
    Beeeijos

    ResponderExcluir
  20. Oi Lucas!
    Eu adoro os livros do Sparks, mas esse ainda não li! Gostei da resenha, achei interessante ele tratar esse conflito entre pai e filha. No livro "Querido John" o autor também fala sobre isso. Quero ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  21. Oi, Lucas!
    Eu adoro os livros do Nicholas e inclusive, esse é o meu preferido dos que eu li dele até agora. Chorei horrores, amei a história e os personagens. Ele tem uma narrativa que eu não me canso nunca, de uma leveza impressionante.

    Beijos,
    Bianca - www.epilogosefinais.co.cc

    ResponderExcluir
  22. Olá Lucas!

    Primeiro parabéns pelo blog, não conhecia e gostei muito :) Eu nunca li nenhum livro dos livros do Nicholas Sparks, embora tenha ganhado 'O diário de uma paixão', eu sempre deixei ele encostado na minha estante, tô pensando em começar a ler :) ótima resenha ^^

    Beijos, Nanda ~ Blog Super Bookaholic
    http://www.superbookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oi, Lucas!
    Só li um livro do Sparks e detestei. Não sou puxada a romances e ele não me conquistou. No entanto, minha amiga que é louca por ele e leu todos os livros disse que eu devia dar uma chance ao livro Diário de uma Paixão e este que você resenhou, A última música. Vou pegar emprestado com ela e ver se gosto.

    Beijos,
    nathlambert.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Não li esse livro, e sei que tem o filme ,mas que tb não assisti, mas está na minha lista, tenho muitos desse autor pra comprar e ler, sua resenha está muito boa, me deixou com vontade de saber sobre o que acontece aos personagens, Nicholas é sempre tão real com todos eles.
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  25. Para mim, o melhor livro de Nicholas Sparks.

    ResponderExcluir
  26. Lindo !! Tanto o filme como o livro é, lindo a história, é tudo lindo e muito perfeito ! Eu adorei nota 1000000000 ! :)

    ResponderExcluir