13 de fevereiro de 2015

[Resenha] - A Escolhida, de Lois Lowry

Autor (a): Lois Lowry
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Número de Páginas: 192
Onde Comprar? Submarino / Saraiva


A Escolhida - Kira, uma órfã de perna torta, vive em um mundo onde os fracos são deixados de lado. A partir do momento da morte de sua mãe, ela teme por seu futuro até que é perdoada pelo Conselho de Guardiões. A razão é que Kira tem um dom: seus dedos possuem a habilidade de bordar de forma extraordinária. Ela supera a habilidade de sua mãe, e lhe cabe a tarefa que nenhum outro membro da comunidade pode fazer. Enquanto seu talento a mantêm viva e traz certos privilégios, ela percebe que está rodeada de mistérios e segredos, mas ninguém deve saber sua intenção de descobrir a verdade sobre o mundo.

“A Escolhida” é o segundo livro da quadrilogia “The Giver”, porém nesta sequência não encontraremos os mesmos cenários e personagens apresentados em “O Doador de Memórias”.

A personagem da vez é Kira, uma garota que tem a perna atrofiada e que por isso deveria ter sido descartada ao nascer. Isso mesmo, pessoas com algum tipo de deficiência não são aceitas na comunidade em que Kira vive. No entanto, ela foi poupada e passa a conviver em uma sociedade que ver ela como uma escória e um “peso morto” para os afazeres da comunidade.

Porém, Kira tem um dom especial: ela domina a arte de bordar como ninguém e por isso receberá uma missão especial daqueles que ditam as regras na comunidade – esta tarefa pode ser o recomeço de sua vida ou a limitação dela.

Kira é uma personagem forte, determinada e capaz de conquistar o leitor logo nas primeiras páginas e conta com amigos tão carismáticos quanto ela. Diferentemente da comunidade apresentada em “O Doador de Memórias”, o cenário de “A Escolhida” é mais hostil, com cores e menos opressor. As pessoas continuam vivendo sob custódia de um governo, mas as regras são menos severas. 

“A Escolhida” faz reflexão sobre a desigualdade social, das dificuldades das pessoas portadoras de necessidades especiais e dos preconceitos que sofrem. Este é um aspecto da obra de Lowry que também acabei observando no livro anterior e acho super interessante. Todavia, este segundo volume poderia ter sido melhor aprofundado. Em “A Escolhida” tudo é mais superficial e menos intenso.

Narrado em terceira pessoa, Lois Lowry tem uma escrita envolvente e aconchegante. Com poucas páginas é uma leitura que dar para ser feita em poucas horas. Mesmo não contendo nada sobre o livro anterior, é interessante que se leia em sequência. Pois acredito que nos próximos livros, as histórias irão se cruzar. 

Agora é cruzar os dedos e esperar que a continuação não demore de chegar no Brasil.

7 comentários:

  1. Eu já havia visto uma resenha desse livro, e fiquei meio triste em não ser uma continuação da história :/ O bom é que da para ler sem ter lido o primeiro, né? Eu ainda não li o primeiro e não sei se quero ler, eu gostei muito do filme, mas não estou me empolgando para ler o livro :/


    Beijinhos,

    Bia - Blog Escrevendo Mundos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Bia... Dar sim. Mas, acredito que para ler os próximos acredito que precisa ter lido os dois. (=

      Excluir
  2. oie Lucas
    Eu não sabia que a continuação trazia outros personagens. Até hoje não li o primeiro, e nem sei se vou ter tempo :(
    Mas quero muito assistir o filme, e se gostar com certeza vou atrás do livro.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Jacque.
      Também quero ver o filme agora que já li o livro. Assim que você assistir quero saber o que achou também.

      Excluir
  3. Olá Lucas,
    Também espero que a continuação chegue logo aqui no Brasil.
    Gostei da leitura deste livro, porém, espero que as histórias se encontrem logo :)

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara Rayra, ansioso pela a continuação.

      Excluir
  4. Eu não li a sinopse antes de começar a leitura e passei boa parte do livro me perguntando quando é que os dois iriam se encontrar.... Sim, mesmo quando entendi que era um outro lugar eu tinha esperanças de que eles já se encontrariam....rs
    Mesmo assim, e mesmo não sendo a maior fã de distopias, adorei o livro e estou torcendo para os próximos chegarem logo!

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir